18 Histórias de Terror Reais

Conheça Algumas das Histórias Reais Mais Misteriosos, Sombrias e Assustadores do Mundo.

Conheça Algumas Histórias Assustadoras que Realmente Aconteceram!

As Histórias de Terror que aconteceram inspiram as ficções. Por isso, elas misturam elementos de realidade com uma boa dose de ficção e acontecimentos sobrenaturais. Por conta disso, imaginamos as situações do dia-a-dia com uma projeção exagerada que parece impossível, porém, é dessa maneira, que nos pegamos assustados com as histórias de terror. Logo, essa técnica é utilizada pelos grandes autores para nos prender às histórias de terror.

Não é de hoje que as histórias de terror são um fenômeno em nossa sociedade. Já que o gênero de terror é um dois mais populares do cinema e da literatura. Além disso, é muito comum contar histórias e lendas para o público infanto-juvenil.

O fascínio exercido pelas histórias de terror às pessoas é algo inexplicável. Já que, em alguns casos, elas causam arrepios e podem até dificultar noites de sono. Porém, ainda são muito buscadas e relembradas, enquanto novas lendas e histórias de terror são criadas.

Existem Histórias de Terror Reais?

Há muitos acontecimentos apavorantes, cenas assustadoras e fenômenos inexplicáveis que realmente acontecem e misturam a imaginação com nossa incredulidade para criar um ambiente assustador em nossa mente. Por isso, seu interesse em histórias assustadoras motivou a criação desta página. Já que, separamos algumas histórias que realmente aconteceram e fazem parte da história da humanidade.

18 Histórias Reais

  • A Sombra e a Escuridão
  • O Exorcismo de Anneliese Mitchel
  • A Casa de Amityville
  • Os Experimentos de Mengele
  • A Boneca Annabelle
  • O Incêndio do Edifício Joelma
  • Tragédia em Família, Ernest Hemingway
  • A Peste Negra
  • O Crime da Dália Negra
  • O Exorcismo de Clara Germana
  • O Acidente do Challenger
  • O Assassinato de Aracelli
  • A Morte do Piloto François Cevert
  • Assassinato de John Kennedy
  • O Massacre de Columbine
  • O Lobisomem de Southend
  • Os Fantasmas de Rosenheim
  • A Babá Serial Killer

A Sombra e a Escuridão

Histórias Reais: Patterson ao Lado de um dos Leões Mortos no Rio Tsavo (A Sombra e a Escuridão)

Em 1898, durante a construção da Ferrovia Quênia-Uganda, houve problemas na construção da ponte sobre o rio Tsavo, no Quênia. O misterioso desaparecimento dos trabalhadores, além do prejuízo financeiro pelo atraso, desafiava a viabilidade da obra.

Durante 9 meses da construção da ponte, John Henry Patterson — engenheiro responsável pela obra — teve que conviver com dois leões. Os felinos matavam e devoravam os trabalhadores.

Embora o acampamento fosse, a cada dia, mais protegido por cercas e barreiras, nada impedia a entrada dos leões que ficaram cada vez mais sanguinários e assustadores. A situação fugiu do controle quando os leões fizeram com que os trabalhadores fugissem do rio. Interrompendo a obra.

Patterson, por sua vez, estava decidido a interromper a carnificina e armou emboscadas até conseguir atirar em um dos leões. Este mesmo felino voltou durante a noite e foi alvejado mais uma vez pelo engenheiro até que foi encontrado morto no dia seguinte.

O segundo leão passou a vitimar as pessoas sozinhos até ser atingido por Patterson que passou a perseguir o felino até conseguir abatê-lo. Contabilizando 11 tiros no total para matar definitivamente o segundo leão. Segundo Patterson, os Devoradores de Homens teriam feito em torno de 135 vítimas.

Os seres humanos não faziam parte da dieta dos felinos. Por isso, os Locais, atribuíram um caráter sobrenatural ao comportamento dos leões de quase 3 metros de comprimento. Além de matarem e devorarem suas vítimas, os leões, metodicamente, deixavam a cabeça das vítimas intactas.

A história ficou tão famosa que em 1996 virou filme: A Sombra e a Escuridão, com Michael Douglas e Val Kilmer.O Filme foi baseado no Livro escrito por John Henry Patterson: The Man-Eaters of Tsavo.

O Exorcismo de Anneliese Mitchel

hHistórias Reais: O Exorcismo de Anneliese Mitchel

A jovem Anneliese Mitchel nasceu em 1952 na Alemanha. Católica fervorosa nasceu em um lar bastante religioso. A proximidade de seus pais com a comunidade cristã, fazia com que o padre de sua paróquia fosse frequentador de sua casa.

Essa proximidade seria decisiva para a realização do exorcismo de Anneliese Mitchel. Nos tempos de faculdade, a jovem passou a ter alucinações com imagens de demônios e outros seres sobrenaturais. Após entrar em uma espécie de transe, sintomas como convulsões e desmaios eram cada vez mais comuns.

Segundo os relatos Anneliese, tinha alguns surtos psicóticos e começou a ser tratada com remédios e psicólogos. Seu caso foi ficando cada vez mais grave e ela teve que abandonar a faculdade e voltar para sua casa.

Sua família passou a cuidar dela enquanto seu corpo definhava e os sintomas pioravam. Situações bizarras como arranhar a parede com as unhas e comer baratas, eram algumas delas.

Logo o tratamento médico foi abandonado e o caso passou a ser tratado, a despeito da opinião do vaticano, como possessão. Annelise passou a ser vítima de seus demônios a cada nova sessão de exorcismo. Suas forças foram se esvaindo enquanto todos tentavam, através de oração e sessões de exorcismo, salvá-la.

Os demônios foram consumindo sua alma e também seu corpo físico. As sessões foram gravadas em audio e tornaram público o sofrimento da pobre garota que não resistiu a tanto sofrimento e acabou morrendo de desidratação e desnutrição.

Seu caso foi parar nos cinemas com o filme: Exorcismo de Emily Rose.

A Casa de Amityville

Histórias Reais: Fachada ilustrada da Casa de Amytiville

Em 1974, a Casa de Amityville foi palco de um crime pavoroso. Ronald DeFeo Jr. assassinou cruelmente toda a sua família. Após Ronald ser preso, a casa em Amityville é posta à venda.

Sua fama de maldita estava apenas começando. A Família Lutz comprou a casa e logo mudou-se para lá. Aquilo que parecia ser um grande passo em família passou a ser o grande pesadelo em família.

Logo nos primeiros meses em sua nova morada, os Lutz se viram envolvidas numa história de terror real. A família passa a ter visitas de entes sobrenaturais que assombram suas noites e seus dias provocando fenômenos inacreditáveis.

Casa Assombrada de Amityville fica no endereço: 112, Ocean Avenue, Amityville, Long Island. Visualizar no Google Maps.

Móveis que se mudavam de lugar, a fornalha acendendo sozinha, cheiros fortes e barulhos assustadores, faziam parte do cardápio de horrores. Além disso, aparições de entidades que pareciam crianças, como aquelas assassinadas, tornaram-se constantes. A experiência com entidades demoníacas foi tão forte que a família Lutz abandonou a casa apenas um ano morando lá.

A História virou, em 1977, um livro chamado “The Amityville Horror: A True Story”. Filmes, Séries de TV e diversas lendas urbanas foram geradas pelo caso.

Os Experimentos de Mengele

Histórias Reais: Joseph Mengele, O Médico Nazista

Um dos personagens mais bizarros do nazismo foi o médico Joseph Mengele. Seu entusiasmo por pesquisas, metodologia e apresentação de resultados lhe renderam uma vaga em Auschwitz.

O campo de concentração era o local perfeito para suas pesquisas. O grande número de prisioneiros no campo eram uma fonte de matéria-prima infinita. Sua dedicação e falta de escrúpulos produziram a combinação perfeita para uma matança desenfreada.

Mengele fazia todo o tipo de experimentos com os prisioneiros. Suas pesquisas iam desde a genética até a cura de doenças. Costumava desenvolver e testar armas químicas em suas vítimas. Depois, de forma metódica, dissecava seus cadáveres para analisar os resultados.

Injetava corante em prisioneiros ainda vivos entre outras atrocidades para observação dos sintomas. Tinha dedicação especial aos gêmeos que chegavam ao campo. Escolhendo sempre os idênticos para seu laboratório, seus experimentos eram variados. Mas sempre utilizava um dos gêmeos para aplicar alguma substância ou produzir gangrena nos membros. Quando o doente morria, ele assassinava o gêmeo que sobrava e dissecava seus corpos fazendo suas anotações e comparações.

Quando havia um surto de alguma doença no campo de concentração, Mengele exterminava os doentes bloco por bloco na câmara de gás. Realizava a limpeza do galpão e liberava para a chegada de novos prisioneiros.

A Boneca Annabelle

Histórias Reais: A Boneca Anabelle

Nos anos 70 uma garota americana chamada Donna ganha de sua mãe a boneca. Uma legítima “Raggedy Ann”. Quando Donna foi para a faculdade, levou a boneca.

Não demorou muito para que acontecimentos sobrenaturais fossem presenciados. Segundo Donna e sua amiga, a Boneca se movia de um lugar ao outro durante a noite sozinha. Donna também afirmou que a boneca movia objetos dentro do dormitório. Sua companheira de quarto confirmou a história, acrescentando o sumiço de facas e garfos existentes no local.

Uma noite, Donna chegou ao quarto e viu a boneca sentada em sua cama e viu suas mãos de pano sujas de sangue. Logo o caso toma proporção e o casal Lorraine e Ed Warren — famosos caçadores do sobrenatural da época — fosse procurado.

Ao conhecer a boneca o casal convence Donna a se desfazer do brinquedo, pois sentiram nela uma presença demoníaca. Dona concorda em ceder a boneca aos Warren.

Ed Warren conta que durante a viagem de volta para casa com a boneca Annabelle foi um tormento. Desde os problemas misteriosos no carro até o quase acidente fatal ele conta uma longa e difícil viagem. A boneca fica guardada em uma caixa de madeira com vidro no museu dos Warren desde então.

O Incêndio do Edifício Joelma

Histórias Reais: O Incêndio do Edifício Joelma

O Incêndio do Edifício Joelma em 1974, foi uma das maiores tragédias do Brasil. No acidente 245 pessoas ficaram feridas e mais de 180 perderam a vida.

O Edifício Joelma era um dos mais modernos prédios de São Paulo em sua inauguração. Porém, um curto-circuito no sistema de ar-condicionado, provocou o incêndio que faria vítimas e personagens da Maldição do Edifício Joelma.

O cenário de horror que se desenhou com o incêndio assusta as pessoas até hoje. Além das pessoas que morreram asfixiadas, há também as que morreram carbonizadas. Inclusive 13 vítimas que morreram carbonizadas no fosso do elevador e nunca foram identificadas.

O cenário aterrorizante ficou mais dramático quando o desespero das pessoas presas no prédio atingiu seu auge. Enquanto as equipes de TV faziam a cobertura do incêndio, as pessoas se jogavam dos andares mais altos pra fugir do fogo. Uma fuga do calor e da fumaça num salto desesperado para a morte.

Ernest Hemingway

Histórias Reais: A Trágica Sina da Família Hemingway

O talentoso Ernest Hemingway é um dos maiores escritores americanos. Mundialmente conhecido, escreveu diversos livros famosos como:

  • O Velho e o Mar (1952);
  • As Verdes Colinas da África (1935);
  • Morte à Tarde (1936);
  • As torrentes da Primavera (1926);
  • O Grande Rio de Dois Corações (1925)

Conheça mais alguns livros famosos de Ernest Hemingway aqui.

O Sucesso na literatura dividiu espaço com diversas tragédias em família. O Pai de Ernest Hemingway se matou com um tiro em 1929. Ernest Hemingway se matou em 1961, copiando o destino do pai. O suicídio e a tragédia estavam presentes em sua obra e sua vida.

Sua irmã morreu em 1966 e seu irmão em 1982. Para completar a trágica história de sua vida, a Neta de Ernest Hemingway suicidou-se em 1996 com uma overdose de barbitúricos.

A Peste Negra

Histórias Reais: Os médicos da época utilziavam as máscaras na tentativa de evitar o contágio.
Histórias Reais: Os médicos da época utilziavam as máscaras na tentativa de evitar o contágio.

No século XIV uma contaminação quase dizimou a população europeia. Uma grande infestação de ratos infectados com a doença foi a condição ideal para a proliferação da peste. As pulgas picavam os ratos e, através de seu sange, passavam a carregar a doença transmitindo-a aos seres humanos.

A Falta de higiene foi uma das causas de tão rápida infestação de ratos e transmissão da doença. A morte rápida e sofrida, aliada ao sintoma onde as pessoas ficavam com a pele escura, fez com que a doença fosse conhecida como Peste Negra.

A Peste Negra produzia pilhas de corpos diariamente levados aos cemitérios. O número de vítimas foi tamanho que houve uma mudança radical na vida das pessoas da época. As condições de higiene foram radicalmente modificadas. Os 14 milhões de mortos pela Doença correspondiam a ⅓ da população européia.

O Crime da Dália Negra

A Bela Elizabeth Short Foi Brutalmente Assassinada em 1947.
Histórias Reais: O Crime da Dália Negra

Elisabeth Short (1024–1947) era uma atriz americana que ficou muito famosa após seu brutal assassinato. O Crime ficou conhecido na época como o “Assassinato da Dália Negra” (Black Dahlia — em Inglês). Foi um dos crimes mais brutais e controversos da história da polícia americana.

Elisabeth Short teve sua vida descrita em muitos livros e documentários. O Crime produziu, na época, mais de 150 suspeitos mas não foi solucionado. A natureza brutal da morte fez dessa uma das histórias mais arrepiantes que já aconteceram.

Elisabeth Short foi encontrada no dia 15 de janeiro de 1947. À beira de uma estrada na California, uma bela mulher foi encontrada morta, cortada ao meio e com sua face dilacerada.

A horrorosa cena do crime foi fartamente fotografada para os padrões da época, além das descrições precisas. Corpo cortado ao meio, com cortes nos seios, partes íntimas e coxas. A parte de baixo separado a uma distância de 30cm do tronco. Além disso, seu rosto estava dilacerado e com um corte de orelha a orelha, o bizarro “Sorriso de Glasgow”.

Para completar a cena de horror, a afirmação dos legistas que verificaram que o sangue do corpo havia sido drenado, deixando a pele pálida mesmo pouco tempo depois da morte.

O Exorcismo de Clara Germana

Histórias reais: A Estudante Clara Germana Durante Sessão de Exorcismo Real.
Histórias Reais: O Exorcismo de Clara Germana

Em 1906, numa escola Missionária na África do Sul, estudante de 16 anos Clara germana Cele confessa ao padre que fez um pacto com o demônio.

Os eventos que se seguiram fizeram dessa historia mais um fato real de horror. Clara passou a ter um comportamento estranho e bizarro muitas vezes. Conversava com seres invisíveis e oscilava entre comportamentos agressivos e sarcásticos.

Quando percebia que estava sendo possuída, chamava pelo padre. Mas logo começava a se mexer de forma esquisita e rosnar como um animal. Então gritava com a voz alterada palavras sobre traição e poder. Quando as irmãs da escola jogavam água-benta sua pele queimava.

Em momentos de possessão Clara Germana chegou a levitar sobre a cama. Um exorcismo foi autorizado. O procedimento final durou dois dias e o demônio foi expulso do corpo de Clara. A partir deste dia, nunca houve relatos de qualquer comportamento bizarro da garota.

Acidente da Challenger

Após 9 missões realizadas com absoluto sucesso, o ônibus espacial Challenger decolaria outra vez. O Que parecia ser mais uma bem sucedida viagem tornou-se uma tragédia. 73 segundos após o lançamento, o ônibus espacial Challenger explodiu. Os espectadores, telespectadores, a imprensa, convidados e a Nasa assistiram a morte instantânea de todos os sete tripulantes.

Histórias Reais: Explosão do Ônibus Espacial.

O Assassinato de Aracelli

Histórias Reais: Assassinado de Aracelli

Este crime horroroso aconteceu no fim dos anos 70. Uma garota chamada Aracelli foi sequestrada quando voltava da escola e colocada em um porão, onde permaneceu por alguns dias.

A menina de apenas 9 anos de idade foi mantida em cativeiro por alguns dias e foi sedada com drogas. Ao mesmo tempo, era violentada pelos sequestradores. A enorme quantidade de droga que foi injetada na menina, aliada a tamanha violência, fez com que a menina entrasse em coma e morresse.

Para dar fim ao corpo os assassinos tentaram desfigurar a menina com ácido e jogar seu corpo num matagal para dificultar a localização e impossibilitar a identificação.

O Acidente de François Cevert

Histórias Reais: O Acidente de François Cevert

Na luta pela pole-position do grande prêmio de Watkins Glen, o Tyrrel de Cevert escorregou numa sequência de “Esses” de alta velocidade. O Carro Bateu num guardrail à direita e foi lançado contra o guardrail à esquerda. Quando bateu na proteção o carro virou com as rodas para cima e deslizou sobre a proteção de metal cortando o corpo do piloto ao meio.

O Tricampeão Jackie Stewart, ao passar pelo local, disse: “Cevert estava tão visivelmente morto, que os socorristas não tinham o que fazer.” A morte de François Cevert em 1973, foi considerada por muitos pilotos como um dos acidentes mais brutais da história da F1.

Leia Aqui a História de que uma Cigana Havia Previsto a Morte de François Cevert.

O Assassinato de John Kennedy

Histórias Reais: Assassinato de John Kennedy.

Sexta-feira, 22 de novembro de 1963. Numa movimentada avenida de Dallas, no estado do Texas desfilava o carro presidencial. No carro: o motorista, o segurança o presidente John Kennedy e sua esposa.

Era um dia ensolarado e uma multidão se aproxima da caravana de um dos presidentes mais populares da história dos Estados Unidos. Às 12:30, um tiro certeiro atinge a cabeça de John F. Kennedy.

A Multidão se apavora enquanto o carro presidencial sai em disparada na tentativa de salvar a vida do presidente.

O Massacre de Columbine

Histórias Reais: O Massacre de Columbine

Em 20 de abril de 1999, Eric Harris e Dylan Klebold realizaram um massacre na Escola Columbine, no estado do Colorado (EUA).

Os dois adolescentes planejaram metodicamente o ataque à escola. Desde um plano de contenção para afastar autoridades, até mecanismos explosivos para aumentar o número de mortos. Eles invadiram a escola armados e a matança começou.

Ao todo foram 12 alunos e um professor mortos no tiroteio, além dos feridos, cerca de 24 pessoas. O ataque foi interrompido quando, na troca de tiros com a polícia, os atiradores cometeram suicídio.

O Lobisomem de Southend

Histórias Reais: O Lobisomem de Southend

Bill Ramsey foi criado na cidade de Essex (Litoral Sul da Inglaterra). Logo em sua infância, foi surpreendido por estranhos acontecimentos. Bill era tomado por um sentimento de raiva e sentia seu corpo ganhar uma força inesperada.

Ainda criança, quando tinha os surtos de raiva, chegou a danificar árvores com as mãos e cercas de arames com os dentes, segundo os relatos do caso. Bill Ramsey, apesar de atormentado com esses acontecimentos, conseguiu crescer e formar uma família. Levando uma vida próxima do normal.

Durante sua vida adulta, Bill teve que conviver com pesadelos, mudanças de humor e ataques de raiva cada vez mais inexplicáveis. Segundo os relatos, Ramsey apresentava durante a mudança de comportamento, força fora do comum, as mãos em forma de garra, além de rosnar e mostrar os dentes como um animal furioso.

Quando os Warren cuidaram do caso, ouviram os relatos de pessoas que achavam que Ramsey era possuído por um demônio que se manifestava em formato de lobo. O casal então decide chamar Bill Ramsey para Connecticut, onde o Bispo Robert McKenna poderia realizar o exorcismo.

Confira no Vídeo Abaixo uma Entrevista de Bill Ramsey e do Casal Warren sobre o Caso do Lobisomem de Southend, Inglaterra.

Histórias Reais: O Lobisomem de Southend

Os Fantasmas de Hosenheim

Histórias Reais: O Caso dos Fantasmas de Hosenheim foi um dos Fenômenos Poltergeist mais bem documentados.

Nos fim dos anos 60, na cidade de Rosemheim, no Sul da Baviera (Alemanha), estranhos acontecimentos intrigaram os funcionários do escritório de Sigmund Adams, um próspero advogado.

Os relatos davam conta de fenômenos como: chiados durante as ligações e um aumento repentino e inexplicável na quantidade de ligações realizadas. A realização dos telefonemas fora negada pelos funcionários. Eles ainda atribuíram os chamados ao mesmo fenômeno que disparava máquinas copiadoras, balançava os lustres e estourava as lâmpadas.

Assustado com os acontecimentos, Sigmund Adams chama o parapsicólogo Hans Bender para investigar o fenômeno. Bender estuda em detalhes a história das luminárias, da máquina copiadora, das anomalias elétricas registradas pela Companhia Estatal e também do arquivo de mais de 100kg que se movia sozinho dentro do escritório.

O investigador, acaba por concluir que os acontecimentos eram fruto de um fenômeno Poltergeist, e estariam relacionados à funcionária Annemarie Schalbert. Segundo Bender, a infelicidade da moça teria gerado um fenômeno chamado psicocinese, que dá origem às movimentações de objetos, quebras de lustres, explosões de lâmpadas etc. O famoso Poltergeist!

A Babá Serial Killer

Histórias Reais: Helen Patricia Moore (foto) fez seis jovens vítimas, incluindo o irmão mais novo.

A Vida de agressões de Helen Moore teria começando ainda aos 13 anos de idade. Ao perder para o irmão em um jogo, teria avançado em direção a ele e agarrado seus cabelos com tanta força, que teria arrancado parte deles e ferido o couro cabeludo.

Esse episódio isolado teria se tornado apenas o início de uma mudança de comportamento, agravada por um caso de assédio, que a Serial Killer Australiana teria sofrido aos 17 anos de idade. A partir daí sua vida mudaria para sempre.

Vítimas da Serial Killer Helen Patricia Moore:

  • Andrew Stuart Moore, 2 anos, assassinado, em Claymore (1 de março de 1979)
  • Suzanne Louise McIntosh, 16 meses de idade, assassinada, em Dharruk (19 de maio de 1979)
  • Vaughan Robert Nicholson – 12 meses de idade; sobreviveu, em Claymore (16 de janeiro de 1980)
  • Rachel Ann Hay, 2 anos, assassinada, em Claymore ( 23 de fevereiro de 1980)
  • Aaron William Crocker – 2 anos; sobreviveu, mas ficou cego e incapaz de andar, em Claymore (1 de fevereiro de 1980)
  • Peter John Moore, 7 anos, assassinado, em Claymore (31 de março de 1980)

Helen confessaria seus crimes e teria dado mais detalhes sobre asfixiar as crianças com as mãos ou com travesseiros. Ela foi condenada a duas prisões perpétuas mas foi solta em 1993, após cumprir 13 anos de prisão.

Estas são apenas quinze das muitas outras histórias que aconteceram. Catástrofes, crimes hediondos, exorcismo, fantasmas e lugares estranhos, fazem parte da história mundial e das histórias assustadoras que realmente aconteceram, e nos apavoram até hoje. Conheça Aqui mais Histórias de Terror Reais e Lugares Misteriosos de Verdade.